Letícia Sabatella está longe da televisão desde 2019, quando mostrou seu lado cantora em Popstar. Por isso, a atriz tem arranjado mais tempo de dar atenção às redes sociais e, justamente nessa plataforma, relatou um caso que marcou sua vida.

Numa publicação do Instagram que falava sobre violência contra a mulher e a cultura do estupro, Letícia contou que sofreu assédio quando ainda era criança: “Voltando do Ballet, com 12 anos. Um carro pára ao lado da calçada larga, o motorista pergunta o nome da rua, eu respondo de longe. Ele finge não escutar, eu me aproximo pra que ele ouça. Então, reparo seu olhar vidrado, os olhos verdes, avermelhados, o pênis ereto (gigante)”.

Na sequência, a artista explicou que atitude tomou na ocasião: “Recuo, sem dar as costas, pego um tijolo de uma pilha de construção e fico imóvel, encarando-o, com o tijolo erguido. Ele segue até o fim da rua e retorna, passando por mim novamente. Meus olhos fixos nos olhos dele, quando passou por mim. Segui-o com o olhar até vê-lo sumir. Corri mais quarteirão e meio até chegar em casa. Coração a mil”.

Maeve Jinkings, que participou mais recentemente de A Dona do Pedaço, também compartilhou uma experiência traumática: “A partir dos 9 anos eu já escutava nas ruas palavras sussurradas nos meus ouvidos. Coisas como ‘buc#tud#’. Eu disse 9 anos”.

Voltando ao comentário de Letícia Sabatella, só ele teve mais de 1500 curtidas e 50 relatos. Por causa disso, uma internauta fez a seguinte observação: “O tanto de comentário de mulheres falando que passaram pela mesma coisa, muito difícil nascer mulher numa sociedade assim”.

RD1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui